domingo, 4 de novembro de 2012

Les façons de se quitter

Há um tipo de comemoração dentro de mim, involuntária, mas que fica vibrando e sorrindo de felicidade, embora esses pensamentos sejam cortados por uma voz da razão que os pune para que não alcance o coração e chegue aos olhos. Respirei fundo durante o dia inteiro, até com uma certa tristeza, pois é tudo que eu não posso saber. É teu, mas devo desconhecê-lo. Fui podada a me pronunciar, por mim mesma, me recuso a dar qualquer passo em tua direção, meus passos agora são de volta. Voltar à distância que me é de direito. Ao teu desconhecimento.

2 comentários:

Daniela Inocêncio disse...

Adorei!

Bibi disse...

Ju, outro dia me senti mal por chorar, me emocionar... existe coisa mais errada do que se sentir mal pelo que nós sentimos??