quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Gabriela

(breaking the girl, Yoskay Yamamoto)

Gabriela? Quem é ela?
A Gabi não é novela, não é música, mas poderia ser... na verdade, ela é. Ela é atração. Quando ela está, eu tenho vontade de me calar e só vê-la. Porque é lindo ver tanta expressão. É lindo!
Ela é música na minha vida. Eu consigo ouvi-la contar qualquer história, com o jeito que só ela tem. São os traços físicos que cada um deixa na vida da gente, lembra, Gabi? Falamos disso hoje. Eu sei o jeito que você sorri e o sorriso que você apresenta cada vez que tem uma boa história para contar. Para mim, você é uma contadora de histórias. E como amo te ouvir. Já disse isso, né? Amo as impressões que você tem da vida, e a lição bonita e amorosa que você tira de cada experiência. Nada é tão terrível!!! Ainda que seja, a lição é o mais importante. Você é tão humana, e tão bonita. Você é razão, mas o que te move é o sentir. Você sente, e sente muito. É o que me encanta, e nos aproxima. Sou admiradora, amiga, e você minha confidente. Quanto amor. Quanta certeza. Quanta lucidez! O que eu gostaria de dizer agora, é que eu nunca fui tão sincera em tão poucas palavras, como fui com você. Você é confiança, porto seguro, ousadia. e um universo de amor. Sabe por quê? Porque você é aprendizado com a certeza do erro! A maior surpresa é ver tanta sabedoria aprendendo, ainda. É ver você contar tudo, com ar de aprendiz. Com ar de igualdade. Somos tão iguais, de corações! Amor de admiração, carinho, igualdade!
Quero que você saiba disso. Eu te amo, e o melhor... te admiro muito, e cada dia mais.
Amo você, Gabibs!!!!

Um comentário:

Bibi disse...

Que honra!!São esses encontros divinos que fazem a vida valer a pena, Juju!!Um pouquinho de voce vai sempre sempre viver comigo! Te amo!!Teremos uma vida toda de boas historias compartilhadas!