quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

change pas



Ma petite, 



Tu ne sauras jamais à quel point tu me manques. Tu resteras toujours dans mes pensées. Je ne peux pas oublier notre promesses. Je t'écoute, et je te sens toujours. 

J.J

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Você tem muito a fazer!


Clara trouxe-lhe a ideia salvadora de escrever com o pensamento, sem lápis nem papel, para manter a mente ocupada, a fim de se evadir do canil e viver. Sugeriu-lhe, até que escrevesse um testemunho que algum dia poderia servir para trazer à luz o terrível segredo que estava vivendo e, assim, possibilitar ao mundo conhecer o horror que ocorria paralelamente à existência pacífica e ordenada dos que não queriam saber, dos que podiam manter a ilusão de uma vida normal, dos que se permitiam negar que estivessem flutuando numa balsa em meio a um mar de lamentos, ignorando, apesar de todas as evidências, que, a poucos quarteirões de seu mundo feliz, estavam os outros, os que sobrevivem ou morrem no lado escuro. “Você tem muito a fazer; por isso, deixe de se lamentar, beba água e comece a escrever”, disse Clara à neta antes de desaparecer tal como havia chegado.

Isabel Allende, A Casa dos Espíritos


"Então vá, engula o mundo. Prove venenos, descubra antídotos. Quebre a cara, conserte-a. Se espalhe, se junte quando achar que se perdeu de si. Chore de felicidade, chore de dor, chore quando quiser. Busque o que te falta."

domingo, 12 de fevereiro de 2012



Se a maré das circunstâncias não tivesse 
te banhado
 nas águas do equívoco.